Marta Rossi passa a ser Cidadã Emérita de Gramado

vereador-joao-teixeira-vereadora-manu-caliari-marcus-rossi-e-vereador-celso-fioreze-2
Vereador João Teixeira, vereador Manu Caliari, Marcus Rossi e vereador Celso Fioreze 

Em cerimônia realizada na noite desta quinta-feira (16), na Câmara de Vereadores de Gramado, a empresária Marta Rossi recebeu o título de Cidadã Emérita de Gramado. A indicação foi do vereador Celso Fioreze e a aprovação ocorreu de forma unânime.

Por estar em viagem Marta não esteve presente e quem a representou foi o filho e sócio Marcus Vinícius Rossi. “Infelizmente por compromissos pessoais, Marta não pode estar aqui conosco para receber esta honraria. Com certeza descrever Marta em 3 minutos é uma tarefa muito difícil para mim, pois além de citar seus méritos profissionais, preciso falar da pessoa que me deu a vida e tem me direcionado há 29 anos. Cabe a mim como filho, apenas agradecer em nome de toda a família e de nossa empresa, pois quem diria que aquela mulher nascida no Morro Agudo com todas as dificuldades que a vida lhe impôs, iria se tornar a Marta Rossi que todos admiramos”, destacou Marcus.

Mesmo honrando compromissos, a empresária gramadense se mostrou honrada com a distinção e agradeceu a indicação feita pela Câmara de Vereadores. “Com grande emoção, agradeço aos integrantes da Câmara de Vereadores, em especial ao vereador Celso Fioreze, pela indicação de meu nome para receber o título de Cidadã Emérita de Gramado. Todos os aplausos nos enchem de alegria, mas o reconhecimento da comunidade onde vivemos, tem um valor inestimável, porque chancela o trabalho que realizamos até aqui”, analisa Marta.

O vereador Celso Fioreze, que fez a indicação, destacou que muito aprendeu com a empresária e ressaltou a importância do trabalho desenvolvido por ela em favor de Gramado e do Turismo nacional.

Marta Rossi: uma filha de Gramado

Marta Maria Rossi, nasceu em Gramado em 1956. Filha de um casal de empreendedores, sempre foi estimulada a buscar o melhor das oportunidades. Aos 17 anos, começou a trabalhar na Prefeitura de Gramado, junto à Secretaria de Educação e Cultura, desenvolvendo projetos que integravam os diferentes grupos culturais da cidade – de adolescentes a artesãos.

Empreendedora, dinâmica e determinada, entre 1977 e 1979, juntamente com três colegas da faculdade de Comunicação, criou e executou house organs em empresas e entidades do Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul. Em 1979, assumiu o Departamento de Relações Públicas da Indústria de Calçados Ortopé e também a gerência do Jornal de Gramado, trabalhando na implantação deste importante veículo de comunicação, cuja imagem com a cidade está intimamente ligada.

Em 1980, ao assumir a gerência de Relações Públicas do Hotel Serra Azul, a veia empreendedora novamente se destacou. Assumiu a Gerência de Marketing do Hotel Serrano, em 1983, estruturando a área de lazer, de comercialização e de negócios.  Neste cargo, Marta Rossi atuou na criação do primeiro Centro de Convenções do Estado do Rio Grande do Sul, junto ao Hotel Serrano.

Em 1988 o Centro de Convenções do Serrano estava em fase de conclusão, assim a homenageada, ao lado de Silvia Zorzanello, então gerente geral do hotel, observou uma oportunidade de mercado que despontava pensando em um projeto estratégico. Desta forma, a sociedade foi concretizada e, em 01 de abril de 1988, nascia a empresa Marta Rossi e Silvia Zorzanello Feiras e Empreendimentos, atendendo uma necessidade constatada na época: a inexistência de uma empresa organizadora de eventos na cidade, diante da grande demanda do turismo de negócios.

Visionárias, Marta e Silvia logo perceberam outra lacuna que havia no mercado. E, assim, criaram e organizaram em Gramado um pequeno salão de turismo para operadoras e agentes de viagens.Considerando que as decisões nacionais sobre a atividade turística passavam longe do Rio Grande do Sul, as empresárias usaram a grife Gramado e foram aglutinando pequenas, médias e grandes empresas do setor turístico em torno do Festival.

O evento, que inicialmente nasceu com o propósito de apresentar o produto turístico gaúcho para o Brasil, fomentando os negócios do setor, transformou-se em um dos maiores eventos de negócios do turismo da América Latina. Logo o Festival alcançou o Brasil, o Mercosul, a América Central e do Norte e expandiu seus horizontes em direção à Europa e Oriente Médio. Hoje, o FESTURIS, é o segundo maior evento do setor no Brasil e um dos que mais gera resultados e negócios para o trade turístico. Na última edição foram cerca de 14 mil participantes.

Com 28 anos a empresa comandada por Marta Maria Rossi é hoje exemplo de empreendedorismo, sendo reconhecida nacional e internacionalmente e apontada por profissionais do setor como grande incentivadora do desenvolvimento do turismo, da geração de negócios, empregos e renda, tanto para a região, como para o país.

Para Marta, o segredo do crescimento sólido e ordenado é saber escutar e implementar as demandas e sugestões viáveis da equipe e dos clientes. Aliás, é marca da empresa investir em sua equipe de profissionais.

Foto de Flávio L. Prestes  (Avatar)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s