Brasil depende de reformas estruturais para continuar crescendo, diz Aod Cunha

LIDE AOD-86 (2)

“O futuro da economia brasileira está muito mais ligado à capacidade de realização de reformas estruturais pelo governo do que às oscilações da economia mundial’ disse o ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul, Aod Cunha, em almoço do LIDE RS com lideranças empresariais do Estado, nesta sexta-feira (24) no Porto Alegre Country Club.

Aod Cunha avalia que a economia mundial está apresentando sinais de recuperação lentamente e de forma consistente, a exemplo dos Estados Unidos e dos países asiáticos. Não é o caso de Brasil, disse ele, que não consegue avançar depois de mergulhar em uma crise sem precedentes. “Comparado a outros países, o Brasil ficou no meio do caminho, considerando-se seus níveis de poupança e produtividade”, afirmou o economista em sua palestra sobre o “Cenário global e a Economia Brasileira”.

O ex-secretário disse que é difícil fazer uma projeção de crescimento para o Brasil em 2019;  a expectativa é de um PIB de 0,5% em 2017 e até 2,5% em 2018. A partir daí, segundo ele, tudo depende de uma ampla agenda de reformas e de discussão com a sociedade.

Aod defendeu uma urgente reforma da Previdência, aliada a outro conjunto de soluções que possam evitar que  o déficit previdenciário continue crescendo.

Ao responder às perguntas dos empresários, ele também citou a grave crise das contas públicas do Estado, considerando que “a saída para o Rio Grande do Sul é encontrar soluções que já foram implementadas na década de 90, com um forte apoio da União. Um pacote de medidas austeras reorganizou as finanças e conteve o déficit.  Ele também não concorda que a privatização do Banrisul possa ser uma medida saneadora se não for acompanhada de um rígido ajuste fiscal.

Para o presidente do Lide RS, Eduardo Fernandez, os empresários gaúchos estão atentos aos desdobramentos da crise e querem participar das discussões e decisões que possam fazer o País voltar a crescer. “A palestra de Aod Cunha nos faz refletir sobre o que está acontecendo e nos envolve diretamente no sentido de buscarmos formas de auxiliar nosso País e se reconstruir, conclui”.

Sobre o LIDE RS

O LIDE Rio Grande do Sul é  o capítulo do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais no Estado. A entidade reúne empresários de 11 países e cinco continentes. Foi fundado no Brasil em 2003 e, desde então, vem promovendo a integração entre empresas, organizações e entidades privadas por meio de programas de debates, fóruns e iniciativas de apoio à sustentabilidade, educação e responsabilidade social. São 16 unidades internacionais e 16 nacionais.

Foto de Tiago Trindade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s