Nelson Marchezan diz que os líderes são responsáveis pelas mudanças no País

Nelson Marchezan Jr. - foto Juan Guerra (2)
Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr.

Considerado o maior evento corporativo do Brasil, o 16º Fórum Empresarial LIDE, encerrado nesta sexta-feira (23) em Fóz do Iguaçu, teve como palavras de ordem nos discursos a confiança, otimismo, coragem, transparência e persistência. Durante três dias, as discussões giraram em torno dos temas como reforma trabalhista, previdência, política e tributária, Lava-jato, Saúde e Educação.

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr., foi presença de destaque no encontro. Em seu pronunciamento, ele ressaltou que reforma da previdência só é boa se igualar todos os brasileiros. “Tenho visto muita pobreza como prefeito e temos a responsabilidade de mudar isso promovendo uma revolução, que é feita por líderes. Somos responsáveis pela mudança”, afirmou, dirigindo-se aos empresários.

Para ele, os índices de homicídios em Porto Alegre são assustadores, porque a criminalidade não tem burocracia. “Todos nós sabemos o que deve ser feito. Temos que acabar com a cláusula de barreira e diminuir de 38 para oito partidos. Temos que acabar com a estabilidade do servidor, que seja corrupto. O Brasil não vai melhorar se não votarmos as reformas agora. Estamos no caos e temos grandes oportunidades”, analisou.

Já o prefeito João Dória, de São Paulo disse que é chegada a hora de o empresariado apoiar incondicionalmente às reformas. “Não é possível imaginar que a força do empresariado seja menor que a república sindicalista. Mobilizem-se, pois a falta de apoio de hoje pode ser o remorso de amanhã. As reformas feitas vão melhorar os investimentos externos no País. E o que mais precisamos agora é gerar empregos, mais renda, mais impostos para as prefeituras. O tonos precisa ser verde e amarelo para que em 2018 nós e nossos filhos não tenhamos vergonha de ser brasileiros”, concluiu.

Participaram do encontro o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; os ministros Mendonça Filho (Educação), Dyogo Oliveira (Planejamento), Sarney Filho (Meio Ambiente), Ricardo Barros (Saúde), Wellington Moreira Franco (Secretario-Geral da Presidência); o presidente do TST, José Ives Gandra Filho; os senadores Antônio Anastasia (PSDB/MG), Ricardo Ferraço (PSDB/ES), Ronaldo Caiado (DEM/GO); e os governadores do Paraná, Beto Richa e Marconi Perillo, de Goiás.

Foto de Juan Guerra

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s