Câmara Municipal faz homenagem aos 40 anos do Sinapro RS

Período de Comunicações

O período de Comunicações da sessão ordinária desta segunda-feira (2/4) da Câmara Municipal de Porto Alegre foi dedicado ao transcurso dos 40 anos de concessão da primeira carta sindical patronal de agências de propaganda, expedida para o Sindicato das Agências de Propaganda do Rio Grande do Sul (Sinapro-RS). Na oportunidade, os vereadores e as vereadoras receberam o presidente do Instituto Ver Hesíodo Andrade, João Firme de Oliveira; o presidente do Sinapro-RS, Fernando Silveira; o presidente do Conselho de Administração da Associação Latina Americana de Propaganda (Alap), Airton Rocha; e os jornalistas Lauro Quadros e Dorotéo Fagundes.

Em nome da Mesa Diretora, o presidente da Câmara, Valter Nagelstein (PMDB), falou da alegria de celebrar a existência da entidade sindical. Para ele, o sindicato é um ponto de convergência, no qual se encontra o jornalismo, a democracia e a liberdade. “E a propaganda faz parte disso, pois é o vetor que alimenta este processo”.

De acordo com o vereador, mesmo que às vezes o processo seja submetido a interesses circunstanciais, a propaganda tem seus próprios instrumentos e se faz essencial.  Ao destacar que o Sinapro-RS é a primeira instituição a receber a carta sindical no Brasil, Nagelstein disse que foi o avanço de um setor muito importante. “O Rio Grande do Sul foi precursor nisto e em outras áreas. A primeira transmissão em cores na TV brasileira foi da Festa da Uva em Caxias do Sul”, lembrou. A criação do Festival Internacional da Propaganda também foi mencionada por ele, que, em sua observação, é um evento que organiza e centraliza todas as forças do setor. No restante de seu pronunciamento, Nagelstein falou da importância da liberdade de opinião, de crença e de expressão na democracia. “Que estes 40 anos do protagonismo [do sindicato] sirvam de exemplo à sociedade”, disse.

“Sindicato pioneiro que muito nos orgulha”, disse Mônica Leal (PP) também manifestando sua admiração pelo trabalho da instituição. Conforme a vereadora, a entidade tem um trabalho realizado de forma organizada que contribui para o desenvolvimento da área publicitária gaúcha. A constante atualização e a forma de atuação do sindicato também foram pontos destacados por ela, que ressaltou a importância de manter a qualidade dentro dos princípios da ética e do respeito com transparência.

Para Idenir Cecchim (PMDB), muitas vezes a Câmara tem a oportunidade de homenagear pessoas que fazem o bem para a cidade. No entanto, hoje a Casa homenageou homens que não se preocupam apenas com o setor da propaganda, mas também que ajudam outras instituições de trabalho social. “São vencedores pelo coração e pela alma”, disse, ao parabenizar os presentes homenageados por todos os anos em que estão em atividade.

Agradecendo o reconhecimento da Câmara, Fernando Silveira, presidente do Sinapro-RS, fez um resgate de momentos históricos do sindicato e das lutas em torno da causa. Como sendo a primeira entidade do ramo a atuar no país, Silveira contou que os demais estados brasileiros passaram a seguir o mesmo caminho da organização. A busca pela reinvenção do setor foi outro ponto destacado por ele, que acredita que as transformações do campo da comunicação impactam o mercado. “Atualmente, planejar, criar e operacionalizar já não são suficientes”, disse em relação ao atendimento de clientes. Segundo Silveira, a tecnologia – como ferramenta digital – possibilitou mais canais para área. O presidente do sindicato ainda frisou algumas funções da entidade, como assessoria jurídica e demais conteúdos relacionados à gestão. O Sinapro-RS atua em mais de 200 editais públicos, com entorno de 80 associados.

Após a entrega do diploma alusivo à homenagem, o jornalista Doróteo Fagundes afirmou ser um momento oportuno para a comunicação, através da publicidade e propaganda. Ele aproveitou para noticiar que a Alap voltará a realizar o Festival Mundial de Publicidade em Paris. De acordo com ele, a associação realizou a primeira edição extraordinária em 2004, e a próxima deverá acontecer em setembro, em Paris, e na cidade de Gramado, em outubro deste ano. Dentre os diversos homenageados no festival, Fagundes anunciou que o Legislativo de Porto Alegre receberá, em Paris, o Galo de Gramado, devido à lei municipal que prevê o Teste do Olhinho, exame clínico parte da triagem neonatal para diagnóstico de catarata e glaucoma congênito. A lei se originou de um projeto do vereador Aldacir Oliboni (PT).

Assessoria de Imprensa CÂMARA MUNICIPAL

Texto de: Munique Freitas (estagiária de Jornalismo) 
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Foto de Elson Sempé Pedroso/CMPA)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s