Festa junina é tema de evento mais procurado, registra pesquisa

festa-junina (2)

As Festas Juninas são os eventos nos quais mais se tem participantes no mês de junho, de acordo com os registros de lojistas de Barra Mansa. Há autônomos da região que conseguem até 20% mais de encomendas, principalmente quando se trata de comida e de ornamentos. Em todos o País, as festividades se estendem para igrejas, para clubes e também para espaços particulares: muitas pessoas fazem suas próprias festas juninas em suas casas para a sua família.


Apesar de essas comemorações serem cheias de participantes todos os anos, há ainda mais público em 2018: muitas delas estão tendo sua duração estendida para mais finais de semana por causa da quantidade de movimento.

Surgimento

A Igreja Católica dominou as festas juninas, que passaram a ser festividades de santos como São João e Santo Antonio. Porém, as origens dessa comemoração são bem diferentes: essas eram festividades pagãs que foram transformadas em religiosas e incorporadas até mesmo fora do Catolicismo.

Norte e Nordeste são os que lideram a folia

A Festa Junina é encontrada em todas as regiões, mas são as regiões Norte e Nordeste que concentram as comemorações mais tradicionais e, inclusive, que são procuradas pelos turistas. Essas festas costumam ser em grandes praças e ter rodas de dança coreografada, além de fogueiras.

Na realidade, as festas juninas das regiões Norte e Nordeste são as mais tradicionais e, talvez, seja por causa disso que tantos turistas buscam as comemorações exatamente dessa região. Algumas das mais famosas do país são a de São João de Caruaru e também a de Campina Grande.

Impacto financeiro

As regiões onde ocorrem as grandes festas juninas do país consumem movimentar muito mais verba nos períodos de junho e julho. Essa é uma época na qual os comerciantes têm lucro maior, com destaque para o setor alimentício. Os artesãos também têm muito mais venda no período da festa junina, considerando que muitos do que vão conhecer a comemoração desejam levar lembranças artesanais.

Não é unicamente nas regiões Norte e Nordeste, porém, que essa melhora financeira acontece por causa das festas juninas: em todos os lugares onde se tem essa comemoração, os lucros sobem pelos dois meses correspondentes. Dessa maneira, as festividades alegram os cidadãos, mas também melhoram as economias dos empreendedores.

São João de Caruaru

Nessa festividade, o que chama a atenção de maneira imediata são as decorações e a extensão da quadrilha: ela tem muitos participantes e todos com figurino típico. Justamente por causa de tantos visitantes, ela é iniciada antes das demais, em maio.

Festa de Campina Grande

Mais uma comemoração na qual as danças típicas são o ponto forte, em conjunto com a vasta gastronomia. Também são realizados shows de uma série de artistas sertanejos e até de outros estilos, apesar de o forró ser o dominante. Sendo iniciada em junho e indo até 6 de julho, o dia no qual ela tem mais visitantes é 24 de junho.

Caridade

As festas juninas também são uma maneira de diferentes instituições fazerem caridade: muitas delas fazem essas festas nos meses de junho e de julho para conseguirem arrecadação e, com isso, pagar despesas. É por causa disso que essas comemorações passaram a ser até mesmo um empreendimento: diversos locais até mesmo organizam para terceiros as festas juninas.

Folia familiar

No interior de diversas cidades, as festas juninas também são uma época para que as famílias fiquem mais próximas: muitas delas reúnem-se até para que a decoração da festa da cidade seja feita. São milhares de bandeirinhas feitas com papeis coloridos, além de fantasias. 

As danças vistas nas festas juninas pelo país também são momentos de confraternização, inclusive no ensaio: os participantes realmente treinam rigorosamente a coreografia da quadrilha, que é um ponto de identificação cultural.

Aliás, é claro que falar de festa junina é mencionar a cultura, visto que essa é uma comemoração brasileira que ganhou fama. Para muitas organizações do Norte e Nordeste, o momento das comemorações juninas é para fortalecer mais ainda a identidade dos seus cidadãos, bem como as suas tradições.

Onde curtir

A maioria das festas juninas continua por julho inteiro, inclusive por ser um mês de recesso escolar. Para os que preferem as quermesses mais sofisticadas, existem as que ocorrem em espaço fechado, mas a entrada é cobrada. Por outro lado, há deliciosas quermesses de rua à disposição.

(DINO)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s