Três rótulos portugueses entre os melhores vinhos do mundo Pela Forbes

 

download

A cultura do cultivo das uvas e a produção de vinho em terras portuguesas é anterior à própria nação de Portugal. Sendo assim, é perfeitamente natural o entrelaçamento do vinho com a história do povo português.  A topografia, o solo, a vegetação, o clima, a hidrografia de Portugal são fatores que contribuem há mais de dois milênios para o cultivo de uvas viníferas, que, aliás, são mais de 280 tipos originárias das terras lusas. O resto, a história nos conta.

A produção de vinhos em Portugal é um tema que se perde nos anais da história, uma vez que há registros aqui e ali que apontam alguns grupos étnicos, como fenícios e gregos, que, de longa passagem pelas terras lusas, aproveitavam-se da sua fartura e fabricavam vinhos, deixando alguma influência na formação da extensa tradição da vitivinicultura que se formaria.

Contudo, os primeiros vinhedos organizados nas terras portuguesas, então, chamadas de Lusitânia, datam do século II a.C., tempo em que a terra estava sob o domínio de Roma. No oeste do território português, foram instaladas as primeiras produções de vinho, uma região onde deságua o rio Tejo, terra produtiva na qual havia muitas uvas silvestres em meio a uma rica vegetação.

Nas décadas seguintes, a prática se espalhou por várias regiões de fertilidade semelhante, como as margens do rio Douro e o Dão, fortalecendo a cultura de cultivo e produção que estava se formando.

Os vinhos portugueses naquela época percorreram o Império, tendo se tornado conhecido em toda a Europa, especialmente no Reino Unido, que veio a contribuir para a rota de comércio que, mais tarde, viria a se formar entre as duas nações e que persiste até hoje.

Outro elemento histórico de grande relevância está na tradição católica que se instalou naquelas terras ao hospedar inúmeros mosteiros. Como o vinho estava presente na eucaristia romana, onde havia monges, o cultivo das uvas e a fabricação de vinhos era uma necessidade. É importante notar que o claustro teve grande importância para manter a tradição e fomentar o aprimoramento da vinificação portuguesa.

Toda a tradição vitivinicultora portuguesa tem um grande impulso no século XVIII, quando o grande estadista Sebastião José de Carvalho e Melo, que ficou conhecido como Marquês de Pombal, visando fortalecer o promissor comércio com as ilhas britânicas, investiu recursos da coroa para sistematizar a produção dos vinhos portugueses. Talvez, sua maior contribuição para a vinicultura portuguesa tenha sido a demarcação das terras produtoras e a precoce fiscalização dos vinhos pela denominação de região para coibir fraudes em torno dos rótulos a serem entregues aos seus aliados.Episódios como esses ajudaram a formar a vocação portuguesa para produzir alguns dos melhores vinhos do mundo.

Vinhos para a nobreza

A qualidade de muitos rótulos sempre almejou a nobreza. E são tantos rótulos extraordinários em Portugal que essa afirmação quase não se justifica, voltando à memória por meio de uma lista da Revista Forbes.

A Revista Forbes é um veículo midiático norte-americano que tem como objetivo destacar a economia e o empreendedorismo dos americanos, e que, por derivação, acaba sendo a revista das celebridades e dos ricos daquele país.

Entre os vinhos que figuraram na lista dos doze melhores vinhos do mundo apresentada pela Forbes em 2019, foram escolhidos rótulos excelentes de países de forte tradição vinicultora como França, Argentina e Chile. Portugal teve elencado três importantes representantes.

Os vinhos portugueses escolhidos pela equipe da Forbes foram os tintos Cartuxa Pêra-Manca 2005 e Casa Ferreirinha Barca Velha 1999, rótulos que têm aparecido cada vez mais entre as listas dos mais desejados da Vivino. Além desses, também foi elencado o vinho do Porto Taylor’s Very Old Single Harvest Porto 1968.

Vinhos para todos

Os vinhos portugueses não são apenas para as celebridades e os milionários. Portugal produz uma quantidade imensa de vinhos de qualidade para todos os gostos e bolsos.

A Eno Gourmet Premium tem, em sua loja virtual, uma grande diversidade de rótulos portugueses que têm agradado paladares dos mais requintados consumidores do mundo e preços bastante atrativos. Explore a carta e compre vinhos portugueses online legítimos.

(DINO – foto: topdeportugal.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s