A propaganda e os ministros do Supremo e do TST

jOÃO FIRME
Publicitário e jornalista, João Firme

Por João Firme

O dia 4 de abril de 2018, nesses tempos de longevidade que Deus me deu, entrou na minha história na Propaganda, minha paixão profissional. Fiquei atento à votação de Habeas Corpus para um ex-presidente e lembrei que, nessa casa máxima da Justiça, o SINAPRO-RS – quando eu era presidente nos anos 90  – obteve a primeira Súmula julgando inconstitucional a cobrança do CONFINS, o que beneficiou de imediato cerca de 100 agências que entraram na ação coletiva. Mas o que mais me surpreendeu foi a Ministra Rosa Weber, que votou pela condenação porque esta era a vontade do colegiado.

Recordo que, quando era Juiz Classista do TRT 4ª Região, a nossa Ministra Rosa Weber, de inteligência rara considerada por mim e os juízes concursados (meus colegas da 5ª Turma), me perguntou o motivo pelo qual, na categoria de Publicitário, havia enormes diferenças salariais e respondi que na Criação das Agências é onde se encontram Talentos e as multinacionais, quando os descobrem, oferecem salários altíssimos e ela ficou refletindo.

Continuar lendo “A propaganda e os ministros do Supremo e do TST”

Prosperar no mercado de eventos é para poucos… e bons

RODRIGO BARROS
Rodrigo Barros, diretor geral da GTM Cenografia

Por Rodrigo Barros

O mercado de eventos segue um intenso ritmo de crescimento, mesmo após inúmeras mudanças para se ajustar aos tempos de crise. O segmento é, sem dúvida, promissor e repleto de oportunidades para quem quer trabalhar com todo afinco. Contudo, a linha que separa os profissionais medianos dos excelentes é a capacidade de identificar chances de negócios que sejam realmente válidas. E, em paralelo, ter potencial para despertar o interesse de quem dá as cartas na contratação dos serviços, sem jamais deixar cair a qualidade do trabalho que é oferecido e executado. “Manter a excelência” deve ser o mantra de quem quer se firmar.

Continuar lendo “Prosperar no mercado de eventos é para poucos… e bons”

A importância do primeiro emprego

93ef35d4-d08d-46fa-ba82-b8f0ccedc110
Francisco Reinord Essert

Na jornada da vida, é impossível não lembrar como a primeira experiência é marcante e pode ajudar na definição do futuro. Desde o primeiro passo, seguido do primeiro tombo, as primeiras vezes nos ensinam não somente a como ter sucesso, mas também que é possível errar e recomeçar, em uma contínua busca pela superação.

Um círculo virtuoso baseado em aprendizados.

Em um País repleto de jovens, no qual 25% da população possui entre 14 e 29 anos, é importante que uma das primeiras experiências não seja somente valorizada, mas incentivada: o primeiro emprego.

Eventos: uma nova realidade para a cidade de Porto Alegre

IMG-20150708-WA0004
Maurício Cavichion

Uma nova imagem do Rio Grande do Sul está se formando a partir das iniciativas de empresários e entidades do segmento de turismo e eventos que, pensando a médio e longo prazos, estão criando oportunidades de ampliação de negócios, independente de todas as crises, econômica, política, local ou internacional.

Exemplo disto é o grande número eventos que vem sendo captado e apoiado pelo Porto Alegre & Região Metropolitana Convention & Visitors Bureau. Entre 2017 e 2023, a entidade captou e está apoiando 66 eventos, o que representa 99.800 participantes e um impacto econômico para a cidade em torno de R$ 142,8 milhões, nos próximos anos.

Continuar lendo “Eventos: uma nova realidade para a cidade de Porto Alegre”

Maioria dos brasileiros anseia por viajar

Por Regina Di Ciommo

Os brasileiros gostam de viajar e o fariam com maior frequência se a situação econômica permitisse. Pesquisas até já comprovaram esse fato. Em 2015, o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) pesquisou quais são os maiores sonhos de consumo dos brasileiros. Os resultados mostraram que para 15% do total de entrevistados, viajar para o exterior é o maior sonho. As viagens são o sonho mais desejado por 47% das pessoas das classes A e B e para 30% entre os pertencentes às classes C, D e E. A falta de dinheiro foi apontada como o principal impedimento para viajar mais frequentemente, em 89% dos casos.

Continuar lendo “Maioria dos brasileiros anseia por viajar”

Não há como transferir o enfrentamento, nem a coragem de enfrentar

Marco ACINH
Marco Aurélio Kirsch, diretor de Relações Institucionais da ACI-NH

Olhando pelo retrovisor da história, podemos contar em quilômetros as retóricas parlamentares e os debates microfônicos sobre a necessidade (sempre premente a cada época) de reformas.  Sejam estas no campo trabalhista, tributário ou previdenciário, sofremos nestas últimas décadas com o silêncio de projetos engavetados e o vazio dos muitos discursos que custaram muito e entregaram ao final, amostras de migalhas ao cidadão.

Continuar lendo “Não há como transferir o enfrentamento, nem a coragem de enfrentar”

A pior mentira na era da pós-verdade

b5d173bf-15e5-49e4-b312-2bd448897ef0
Gaya Machado

Em 2016 a Oxford Dictionaries, departamento da universidade de Oxford, elegeu “pós-verdade” (post-truth) como palavra que representasse o ano para entrar nas páginas dos dicionários. Para a instituição, “pós-verdade” é: um adjetivo “que se relaciona ou denota circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e a crenças pessoais”.

A palavra “pós-verdade” vem sendo usada com muita frequência por aqueles que avaliam que a verdade vem perdendo importância no debate político. Também é aplicada frequentemente para justificar porque cada um escolhe uma interpretação singular para os fatos do cotidiano e toma como verdade.

Continuar lendo “A pior mentira na era da pós-verdade”